Blog

Como criamos monstros empreendedores no SEED

seede_foto2


 

A Techmall, passou por um processo de seleção, por meio de um edital, para acelerar startups no SEED (Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development), programa governamental que apoia empreendedores, que desenvolvam projetos de base tecnológica em Minas Gerais.

O alinhamento dos objetivos entre a Techmall e o SEED contribui e muito para a parceria ser bem sucedida. Existe uma grande sinergia entre as partes, reforçando a  missão da Techmall: ser fonte de oportunidades, capacitação, conexões e conhecimento para geração de startups globais.

O trabalho desenvolvido pela Techmall no SEED já está gerando resultados fantásticos, impulsionando startups para o caminho do sucesso. Abaixo descrevemos um pouco sobre a metodologia, os desafios e superações que acontecem todos os dias para desenvolver monstros empreendedores.

Como o trabalho é desenvolvido?

A metodologia de aceleração da Techmall foi adaptada para o programa do SEED. É uma metodologia única baseada nas melhores práticas mundiais de aceleração de empresas nascentes de base tecnológica e reúne o conhecimento e experiência nacional e internacional do time executivo.
Primeiramente avalia-se o nível de “maturidade” da startup e, a partir dessa triagem, apoia-se as startups em três principais pilares:

  • Gerenciamento da startup.
  • Disponibilização de conhecimento.
  • Crescimento pessoal.

O objetivo do gerenciamento é implementar as melhores metodologias na gestão da empresa e focar nas principais atividades. Para isso, as startups são acompanhados pelos agentes de aceleração. Os objetivos gerais definidos pelo programa servem de base para o desenvolvimento das startups, para o fortalecimento das equipes e aprimoramento do perfil empreendedor.
Para disponibilizar o conhecimento, o programa SEED oferece toda semana cursos específicos voltados para empreendedorismo, conexões com mentores e palestras de inspiração.
O crescimento do empreendedor é feito através de uma reflexão contínua, por meio do trabalho de um conselho específico e nas bancas avaliadoras. A interação entre as startups e os eventos conjuntos também fortalecem o espírito empreendedor.

 

Desafio 
Um dos maiores desafios percebidos no processo de aceleração é confrontar as startups com a verdadeira realidade do processo. Todos que alimentam um sonho tendem a pensar somente nos resultados positivos, mas esse resultado só é alcançado depois de muito trabalho.
Durante a execução do processo as próprias startups definem seus objetivos, apresentando-os para os agentes de aceleração. O confronto ocorre quando não alcançam suas metas e se defrontam com a realidade da dificuldade diária, precisando redefinir toda sua linha de raciocínio até atingir ou melhorar suas entregas.
Todo esse confronto gera muito estresse para as startups, pois sair da zona de conforto sempre gera muito incomodo.


Teste seus limites: 
Olhe para o espelho no final de um longo dia de trabalho e se pergunte: -Eu fiz o máximo possível para gerar resultados melhores? Imagine sua resposta. Essa resposta será a mesma que terá que apresentar para seus mentores. Nem sempre será uma resposta satisfatória, mas o processo contínuo irá fortalecer sua mentalidade empreendedora e apresentar-lhe claramente uma visão ampla e assertiva. Esse exercício de autoconhecimento é duro pois, admitir que poderia ter feito melhor, e muito difícil, mas também pode ser extremamente prazeroso quando amadurecer sua visão empreendedora e ver que a resposta é mais do que positiva.

O que acontece depois do SEED?
Nosso maior desejo é criar startups sustentáveis e desenvolver monstros empreendedores que sejam um grande sucesso, dignos de reconhecimento em todo ecossistema
E mesmo que a startup não cresça, que por algum motivo não continue ou, não sobreviva, não queremos desistentes. Queremos empreendedores guerreiros, focados e concentrados em um futuro de sucesso. Empreendedores que entendam que se permitir ao erro gera muito crescimento e aprendizado.
Queremos desenvolver verdadeiros “Monstros empreendedores”.

 

Autor: Andreas Flugs, Coautor: Dayanna Santos

 

Comentários

comentários

Techmall BlogComo criamos monstros empreendedores no SEED
Compartilhe esse post